Quais mercados serão os mais impactados pelo 5G?

Conheça mais sobre a tecnologia 5G e seus impactos no mercado brasileiro.

Você pode (ainda) não usar, mas certamente já ouviu falar na tecnologia 5G, que promete impulsionar o uso da internet para empresas e para o consumidor final.

Estamos falando de um mercado que deve receber investimentos em torno de U$600 bilhões para o setor de manufatura, U$400 bilhões para as áreas de saúde e logística e mais U$375 bilhões exclusivamente para a área de tecnologia. Os dados são da KPMG consultoria.

As novas tendências para o setor apontam estímulo às inovações em uma série de mercados em decorrência do 5G. Para entender um pouco melhor a amplitude desse impacto, trataremos de alguns dos setores que estão se antecipando nessa tecnologia.

É importante salientar que o 5G, atrelado à Internet das Coisas (IoT), vai permitir que empresas prevejam falhas nos sistemas, evitando inclusive que elas cheguem ao consumidor final ou ao menos apresentando soluções mais ágeis e eficientes.

Outro dado relevante é que, apesar de apenas 15% da população mundial ter acesso ao 5G atualmente – o que já representa 1 bilhão de pessoas -, a estimativa é que esse número chegue a 1,8 bilhão até 2025. O estudo da associação Global System for Mobile Communications (GSMA) também aponta o Brasil como alvo de investimentos na ordem de R$169 bilhões nos próximos 20 anos, dados confirmados pela Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações.

O mercado automotivo e o de transporte são alguns dos que apresentam os maiores impactos, a exemplo do que vem acontecendo na China e nos Estados Unidos, países líderes na implantação do 5G.

A melhoria nos processos logísticos por si só traz um ganho enorme para o mercado como um todo. Rastreamento de frotas, roteirização inteligente e outras inovações proporcionadas pela IoT e habilitadas pelo 5G transformarão empresas de transporte e logística e representarão ganhos antes inimagináveis em performance graças ao tempo real.

No setor automotivo, o 5G aumentará a produtividade das montadoras e o valor das vendas devido às linhas de montagem automatizadas. Novos produtos revolucionários, como veículos autônomos e completamente conectados, se tornarão realidade, gerando experiências inovadoras para usuários de todas as naturezas.

 

O mercado financeiro

Bancos, fintechs, carteiras eletrônicas, bolsas de valores, centrais de investimentos e tudo que engloba o mercado financeiro já está sendo impactado pelo 5G. Isso porque o que recebemos aqui no Brasil de novidades é reflexo do que foi experimentado e implantado nos locais onde a tecnologia 5G é uma realidade.

Os robôs já comandam a bolsa de valores e vão passar a operacionalizar serviços de forma mais ampla e cada vez com mais facilidades para os usuários.

Muitos serviços estão sendo migrados para plataformas digitais com sistemas interconectados para intercâmbio de dados. O resultado é a disseminação ainda maior nos pagamentos efetuados on-line via smart objects.

 

Seguros

Tantas mudanças impulsionadas pela tecnologia requerem um aparato de segurança que acompanhe a inovação dos setores envolvidos.

O grande ganho para o setor de seguros com a tecnologia 5G é o amplo acesso aos dados dos clientes. Assim é muito mais fácil personalizar uma proposta de acordo com a necessidade de cada segurado, com a agilidade que o mercado requer.

As mudanças vão impactar todos os tipos de seguros. Os que já utilizam a seguridade para o seu patrimônio terão acesso a ofertas mais específicas e adequadas. Enquanto isso, os consumidores que não tinham capacidade financeira para as modalidades atuais vão passar a ter acesso a soluções que caibam em seus bolsos.

É a agilidade proporcionada pelo 5G facilitando o mercado, que tende a crescer exponencialmente nos próximos anos.

 

Saúde

Além da segurança, logística, automação e serviços financeiros ágeis, a saúde está no alvo dos investimentos e dos ganhos com a implantação do 5G.

A tecnologia 5G vai facilitar o desdobramento do conceito de IoT relacionado aos Dispositivos Médicos. Explicando melhor, vários dispositivos eletrônicos portáteis clínicos — conhecidos como gadgets — passam a estar ligados entre si, inclusive com sensores remotos conectados aos pacientes.

O que parecia filme de ficção tornou-se uma realidade a partir do episódio de instalação do 5G no Centro Médico da Universidade de Rush, em Chicago, em 2020, permitindo cirurgias e outros procedimentos virtuais. Outros centros de saúde situados em áreas com 5G adotaram então os procedimentos que vêm facilitando a vida de profissionais e usuários. Algumas mudanças importantes começaram a funcionar por conta da pandemia e passaram a fazer parte da rotina de muitas comunidades, como a Telemedicina.

 

Por fim, o entretenimento

A leveza proporcionada pelo entretenimento é tão necessária quanto às demais facilidades do mundo moderno. Não seria diferente no mundo digital e na imersão do virtual.

Um cinema, uma partida de futebol, um bom filme em casa, a distração de um videogame, um espetáculo e até um bom livro são experiências sensoriais passíveis de mudanças com o 5G.

Realidade virtual e realidade aumentada estão trazendo novas possibilidades de criação de “submercados” e de investimentos para o setor de entretenimento, inclusive.

As transmissões ao vivo em 360° ficarão cada vez mais comuns; as experiências com avatares, ressignificando o conceito de sujeito, serão corriqueiras. Não serão apenas os óculos VR e outros equipamentos similares que trarão essas mudanças aliadas ao 5G. É toda uma nova realidade que estamos apenas começando a experimentar e a compreender.

O 5G é realidade e já está impactando a vida de todos em maior ou menor velocidade. A tecnologia 4G foi o passo decisivo para que a 5G viabilizasse, na sequência, a interconexão de tudo. Enquanto o 4G permitiu conectar pessoas, o 5G viabiliza a conexão completa, sejam máquinas ou sujeitos. É uma mudança completa com quebra de paradigmas, alteração de olhares e prioridades.

Acompanhe conosco essa transformação!

 

Conteúdo