O CellPhoneTM é uma ferramenta para analisar o desempenho da rede com dois módulos, aplicativo / cliente e servidor, permitindo que as operadoras avaliem e visualizem geograficamente o desempenho da rede da perspectiva do usuário.

O Desafio

É muito difícil para as operadoras avaliar e analisar o desempenho da rede de dados devido às características adaptativas da rede em termos de tráfego transportado, modulação e esquemas de codificação.

Métodos tradicionais de avaliação do desempenho da rede, como drive tests para medir o nível de sinal e estatísticas do OSS, podem detectar algumas falhas, mas não podem expressar o nível de satisfação dos usuários com a rede. Esses métodos foram herdados de redes comutadas por circuitos e não são ideais para redes de dados, como, por exemplo, 4G.

Hoje, é comum avaliar o desempenho da rede de dados medindo a velocidade instantânea dos dados, que não considera atrasos na rede (congestionamento); isso geralmente resulta em medições que podem mostrar velocidades de dados muito altas, mas não refletem a experiência real do usuário. Leia mais.

A Solução da CelPlan

Para resolver esse problema de medir a experiência real do usuário (Customer Experience) com a rede, a CelPlan apresenta o CellPhone, uma ferramenta que permite às operadoras avaliar e visualizar geograficamente o desempenho da rede da perspectiva do usuário.

Para permitir análises de ponta a ponta, a solução inclui dois módulos: um cliente e um servidor. No lado do cliente, os usuários do aplicativo podem baixar o CellPhone para Android, disponível na Play Store, que fornece informações sobre conectividade, satisfação do usuário, testes de velocidade, registro de chamadas e avaliação subjetiva do desempenho dos aplicativos (pesquisa de usuário).

O segundo módulo é o servidor CellPhone, que permite a pré-configuração de sessões de dados simulando interações do usuário, como Skype, telefonemas, download/upload de FTP, etc. e gera vários relatórios, como medições georreferenciadas, monitoramento do tipo de mensagens de tráfego/teste, classificação automática da experiência e qualidade percebida pelo terminal do usuário (objetivo), registro de chamadas de teste e registro das respostas da pesquisa da perspectiva do usuário (subjetivas).